Empresas só são estratégicas quando compreendem seus processos?

Capa do Post Estratégia e Processos

Uma qualidade que as empresas altamente eficazes compartilham está na implementação de uma estratégia bem pensada. Mas ter um “Plano” não garante sucesso. É preciso que a liderança, os gerentes e as equipes dos diferentes departamentos da organização, entendam que o gerenciamento estratégico é um processo no qual cada um tem seu próprio papel.

O que é gestão estratégica?

Para entender o que é precisamente a gestão estratégica, veja como a Associação para Planejamento Estratégico (ASP) define o termo no Body of Knowledge da associação (BOK 2.0):

“A gestão estratégica é o processo de organização de um planejamento contínuo, executando, monitorando, analisando e avaliando tudo o que é necessário para uma organização atingir suas metas e objetivos, em busca de uma direção futura.”

Mais adiante, no mesmo manual, há informações detalhando entregas e responsabilidades vinculadas à gestão estratégica. Isso inclui um parágrafo elegantemente elaborado, intitulado “Escopo do Sistema de Gestão Estratégica”:

“Para que qualquer esforço de planejamento estratégico seja bem-sucedido, todas as partes devem entender que a execução da estratégia deve realmente ocorrer. Para aumentar a probabilidade de alcançar o sucesso, os profissionais de estratégia devem ajudar seu cliente a definir como será o sucesso organizacional e de liderança desde o início. Os principais elementos a serem incluídos são o alinhamento dos funcionários por trás de uma visão compartilhada e do investimento dos principais interessados na estratégia. Operacionalmente, o trabalho é priorizado, as melhorias de processo é contínuo, as descrições de trabalho são vinculadas à estratégia, as responsabilidades são definidas e compreendidas e as comunicações de mão dupla são valorizadas e praticadas. Finalmente, um sistema de medição bem projetado está no lugar e sendo usado”.

Resumindo, a gestão estratégica coloca em prática um plano estratégico definido e monitorado através de um processo gerenciado. É destinada a garantir a tomada de decisões por parte da liderança, baseando-se na avaliação dos resultados (ou seja, desempenho da estratégia) e no monitorando do progresso em direção a metas estabelecidas (ou seja, a visão da empresa), fazendo correções de curso conforme necessário. Se os funcionários não estiverem preparados para agilizar o processo, suas funções e responsabilidades, buscar os resultados esperados, beneficiando a organização e as pessoas envolvidas, a estratégia não será executada de forma adequada.

Como são investidos seus funcionários?

A gestão estratégica fornece aos seus gerentes e funcionários uma perspectiva de como seus papéis se encaixam na organização. Com esse entendimento, os funcionários podem relacionar suas ações ao sucesso do negócio. Quando os funcionários entendem como seu trabalho está contribuindo para o crescimento da empresa, é muito mais provável que eles fiquem satisfeitos com o que fazem e se comprometam a levar a empresa adiante.

Para que o funcionário atinja esse alto nível de compreensão sobre seu papel e como se encaixa nos objetivos do negócio, seus gerentes precisam ser capazes de exibir liderança estratégica. A liderança estratégica refere-se à capacidade do gerente de expressar a estratégia da sua empresa e motivar outras pessoas a adquirir essa visão.

A liderança estratégica nasce de um profundo entendimento da gestão estratégica. Quando todos na sua organização estiverem na mesma página, trabalhando em prol de uma meta inequívoca, haverá menos espaço para mal-entendidos e descontentamento.

Além disso, um ambiente de trabalho positivo e transparente, criado por uma visão estratégica compartilhada, apresenta uma maior compreensão da direção da empresa, ajudando a refinar ainda mais sua estratégia.

Como você aproveita as oportunidades de negócios?

Quando gerentes e funcionários têm uma compreensão clara dos objetivos de sua empresa, eles também têm uma visão melhor de onde a empresa está no cenário competitivo. Assim, quando as oportunidades no mercado se apresentam, é mais fácil para a sua empresa ser estrategicamente ágil e aproveitar essas oportunidades.

Um exemplo clássico é a indústria de jornais. Os empresários que praticaram o gerenciamento estratégico tiveram mais facilidade para transferir seu produto para a Internet do que as organizações em que os funcionários não entendiam as metas da organização. Os funcionários que só vêem o negócio por meio de suas tarefas têm mais dificuldade em se ajustar quando as coisas precisam mudar.

Reunir toda a sua organização para mudar de curso não é fácil, mas quando você está praticando o gerenciamento estratégico, seus funcionários entenderão melhor por que a mudança precisa acontecer e estarão ansiosos para contribuir.

Referências:

Body of Knowledge Framework BOK 2.0 <https://www.strategyassociation.org/page/BodyofKnowledge>

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *